NOTA DE ESCLARECIMENTO

CPA faz esclarecimentos sobre óbito de filhotes de cães deixados no Canil Municipal


  • 07/02/2019 11h09 - Atualizado em 07/02/2019 14h32

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Coordenadoria de Proteção Animal (CPA) vem a público informar e esclarecer as circunstâncias nas quais ocorreu o óbito de cães (filhotes), deixados no Canil Municipal. Por desconhecimento ou má fé, circulam nas redes sociais, informações que não retratam a veracidade dos fatos.  Por esta razão, a equipe técnica da Coordenadoria se pronuncia com o objetivo de jogar luz ao lamentável episódio.

Antes, porém, é necessário esclarecer que somente são recolhidos ao Canil Municipal, animais doentes ou atropelados, que necessitam de cuidados. E, nesses casos, após a realização dos cuidados, os mesmos são devolvidos aos seus proprietários ou encaminhados para adoção.

Acerca do óbito dos animais, a CPA tem a esclarecer o seguinte: ocorreu no município de Ijuí, durante o mês de janeiro deste ano, o abandono de 20 animais de pequeno porte (filhotes), os quais foram abrigados junto ao Canil Municipal para tratamento e imunização. No local, além de receberem a assistência indicada, esses animais também receberam alimentação.  

Mas, infelizmente, embora adotados todos os procedimentos possíveis -  primeira dose de imunização e tratamento com antibióticos - em decorrência da desnutrição e de parvovirose, alguns filhotes não resistiram e acabaram vindo a óbito. Mas a Coordenadoria reitera: todos os animais deixados no Canil Municipal foram vacinados, recebendo a primeira dose, pois a imunização completa ocorre somente após a aplicação da terceira dose da vacina.

Além disso, são tomadas todas as medidas de higienização dos locais onde os animais são abrigados e para uma descontaminação mais segura, os servidores que atuam no local, utilizam, inclusive, vassoura de fogo (foto), com o objetivo de garantir a vida dos animais recolhidos ao Canil Municipal.

Neste sentido, a CPA refuta, terminantemente, as acusações que lhes são atribuídas e afirma que quaisquer atos de negligência não foram cometidos pelos servidores que atuam no Canil, mas sim por parte daqueles que detêm a posse de animais e, no momento em que esses necessitam de cuidado, os abandonam pelas ruas dos bairros, estradas do interior, em péssimas condições de sanidade.

Por outro lado, é importante informar também que a Administração Municipal buscou junto ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul, a cessão de uso do prédio da antiga FEPAGRO, localizado à margem da BR 285, que já se encontra em fase de reformas para ser utilizada como um centro de bem-estar animal e cujo projeto prevê salas de cirurgias e de recuperação de animais, bem como de um centro de passagem para animais eventualmente recolhidos.

Coordenadoria de Proteção Animal

Secretaria Municipal de Meio Ambiente


Veja nossos canais de contato

Fale com a prefeitura


  • Rua Benjamin Constant, 429 - Centro
  • (55) 3331-8200
  • Horário de atendimento: De segunda à sexta das 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h.