Crimes Cibernéticos serão discutidos em Ijuí nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira, serão debatidos a temática referente a Crimes Cibernéticos, com profissionais de diferentes áreas e comunidade em geral, visando prevenção e controle


  • 15/05/2018 11h53 - Atualizado em 15/05/2018 16h11

Crimes Cibernéticos em discussão em Ijuí nesta sexta-feira

 Em sua 11ª edição, o encontro alusivo ao Dia Nacional de Combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, trará para discussão nesta sexta-feira, 18, o tema:  Desafios jurídicos e técnicos para investigação de crimes cibernéticos. A programação será realizada a partir das 13h30 no auditório do Sesc de Ijuí.  A entrada é franca.

De acordo com a coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), assistente Social Maria da Graça Nunes, o objetivo é discutir formas de proteger crianças e adolescentes. “Hoje, o acesso as redes sociais fazem parte do cotidiano de todas as classes sociais, independente da faixa etária. Sendo importante o monitoramento deste acesso, por parte de pais e/ou responsáveis, a fim de prevenir que crianças e adolescentes se coloquem em situação de risco”.

O encontro alusivo ao 18 de Maio é promovido pelo Poder Executivo de Ijuí, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS), através do Creas. Os crimes cibernéticos serão debatidos pelo professor Diogo Mendes e pelo delegado Ricardo Miron.

Diogo Mendes - Especialista em Direito na Internet e em Redes de Computadores, Analista de Sistemas de Certificado pelo Google, docente na Faculdade América Latina -(FAL) e no Instituto Federal Farroupilha - Campus Santo Augusto, perito digital;

Ricardo Miron – Delegado Titular da 26ª Delegacia Regional do Interior da Polícia Cívil e delegado Substituto da Delegacia de Polícia de Joia e da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Ijuí.

A programação, com acesso gratuito, tem como públicos-alvo: integrantes da Rede de Proteção da Criança e Adolescente, juízes, promotores, conselheiros tutelares, conselheiros de direito representantes de todos os conselhos municipais, policiais civis e militares, profissionais da educação, saúde, assistência social, direito, psicologia, serviço social e de outros segmentos, bem como à comunidade em geral. “Convidamos a todos que se interessam em discutir esse tema, relevante na atualidade, a vir debater conosco”, observa a secretária de Desenvolvimento Social, Romi Rohde.


Veja nossos canais de contato

Fale com a prefeitura


  • Rua Benjamin Constant, 429 - Centro
  • (55) 3331-8200
  • Horário de atendimento: De segunda à sexta das 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h.