Unijuí realiza atividade de educação em saúde no Imeab

O objetivo da atividade foi expor aos alunos da comunidade escolar ações educativas em saúde


  • 12/06/2018 9h50 - Atualizado em 12/06/2018 9h50

Unijuí realiza atividade de educação em saúde no Imeab

Oportunizar que estudantes de graduação atuem em projetos com a comunidade é um dos diferenciais da Unijuí, enquanto Universidade. Com este objetivo a Unijuí mantém o Projeto de Extensão de Educação em Saúde, ligado ao DCVida. No dia 06 de junho de 2018, as estudantes Alissa Rockenbach e Suelen Schinaider, acadêmicas do Curso de Nutrição da Unijuí, desenvolveram atividades de educação em saúde com os alunos do ensino fundamental do Instituto Municipal de Ensino Assis Brasil (Imeab), juntamente com os estudantes e professores dos cursos de Farmácia, Estética e Cosmética, Enfermagem, Biologia e Fisioterapia.

O objetivo da atividade foi expor aos alunos da comunidade escolar do Imeab ações educativas em saúde, já que o conceito de saúde abrange alimentação adequada, uso racional e correto de medicamentos, cuidados com o corpo, conhecimento sobre a anatomia humana, postura correta, exercícios físicos, cuidados com meio ambiente, entre outros aspectos.

As estudantes do Curso de Nutrição discutiram com os estudantes do Imeab: o que é uma alimentação saudável e como obtê-la? Podemos responder essa pergunta classificando os alimentos segundo o Guia Alimentar para a População Brasileira (Ministério da Saúde, 2014), que os distribui em quatro categorias: alimentos in natura, minimamente processados, processados e ultra processados.

Os alimentos in natura são as frutas, legumes, verduras, raízes, tubérculos e ovos; os minimamente processados são aqueles que são adquiridos após secagem, embalagem, pasteurização, resfriamento ou congelamento, como por exemplo o arroz, feijão, leite e carne ou outros grãos, como os de milho e trigo que costumam ser consumidos na forma de farinhas ou de massas. Todos esses alimentos devem ser a base para uma alimentação nutricionalmente equilibrada e saborosa, além de promoverem um sistema alimentar socialmente e ambientalmente sustentável.

Os alimentos processados são aqueles aos quais são adicionados sal, açúcar ou gordura, com o propósito de aumentar a sua durabilidade, como por exemplo as conservas de leguminosas, frutas em calda, sardinha enlatada,  frutas cristalizadas, queijos e outros.

Os alimentos ultra processados são aqueles onde são adicionados mais de cinco ingredientes para a sua formulação. Esses ingredientes incluem açúcar, sal e gordura, além de substâncias sintetizadas em laboratório a partir de alimentos e de outras fontes orgânicas, como os antioxidantes, estabilizantes, corantes e outros conservantes. A adição desse tipo de substâncias promove maior durabilidade dos alimentos ultra processados, ressaltando sua cor, sabor, aroma e textura, para torná-los extremamente atraentes aos olhos e paladar. Exemplos desse tipo de alimentos são macarrão instantâneo (tipo miojo), refrigerantes, bolachas recheadas, salgadinhos, balas e pirulitos, chocolates, molho de tomate e temperos industrializados ou aromatizantes como o caldos de galinha, de carne e de legumes.

O consumo de alimentos ultra processados deve ser evitado, pois além de conter muitos ingredientes nocivos à saúde humana, eles aumentam o risco de desenvolver doenças crônicas, como diabetes, hipertensão arterial, hipercolesterolemia e obesidade. Também deve ser levado em conta o impacto que suas formas de produção, distribuição, comercialização e consumo têm sobre a cultura, a vida social e sobre o meio ambiente de toda a população.

Portanto, para obter uma alimentação saudável, a regra de ouro é preferir sempre alimentos in natura ou minimamente processados e preparações culinárias a alimentos ultra processados, aliado aos hábitos de vida saudáveis, que incluem: pratica de exercícios físicos, uso de protetor solar, postura adequada, uso racional de medicamentos entre outros cuidados com a saúde. Cabe salientar que é o conjunto dos hábitos de vida que contribui para a qualidade de vida e prevenção de doenças.


Veja nossos canais de contato

Fale com a prefeitura


  • Rua Benjamin Constant, 429 - Centro
  • (55) 3331-8200
  • Horário de atendimento: De segunda à sexta das 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h.