OPINIÃO: A arte no contexto da saúde mental


A  arte no contexto da saúde mental


O que melhora no atendimento é o contato afetivo de uma pessoa com outra. O que cura é a alegria, o que cura é a falta de preconceito”.

                   Nise da Silveira

A percepção acerca da questão da saúde/doença mental no Brasil e no mundo tem passado por mudanças significativas com o advento da Reforma Psiquiátrica, que vem permitindo novas formas de intervenção junto às pessoas portadoras de transtornos mentais. Neste contexto, a reabilitação psicossocial da pessoa em sofrimento psíquico implica práticas humanizadas, dentre as quais a arte terapia, dispositivo que vem sendo empregado na saúde mental com resultados bastante satisfatórios. O tratamento da saúde mental vem incluindo a arte terapia no leque de políticas públicas.

A  arte no contexto da saúde mentalEsse campo tem expandido, nos últimos anos, as formas de atuação junto aos transtornos mentais, disponibilizando diferentes modos de intervenção voltados ao enfrentamento e à diminuição do sofrimento psíquico. A arte terapia, que desempenha um papel significativo no tratamento da pessoa em sofrimento mental utilizando-se de recursos artísticos. É um dispositivo terapêutico que absorve saberes das diversas áreas do conhecimento, constituindo-se como uma prática transdisciplinar, visando resgatar o homem em sua integralidade através de processos de autoconhecimento e transformação. Esse mecanismo seria então um caminho para o sujeito perceber as possibilidades de expressão, a construção e a reconstrução de suas dificuldades de relacionar-se consigo e com o mundo, por meio de técnicas e materiais artísticos. Sua essência seria a criação estética e a elaboração artística em prol da saúde.

No Caps II Colmeia de Ijuí a arte terapia vem sendo utilizada desde o ano de 2010 e a modalidade expressiva utilizada é a pintura em tela.Neste contexto, arte referência o processo expressivo da forma mais ampla e abrangente que se pode empregá-lo. Não haverá assim, a preocupação estética e com técnicas, sendo privilegiada a possibilidade de expressão e comunicação e o resgate e ampliação de possibilidades de criatividade.

A  arte no contexto da saúde mental

Os grupos têm encontros semanais, são grupos do tipo semiaberto marcado pela rotatividade, no qual os participantes permanecem por três meses dando a possibilidade de que outros também possam participar e posteriormente podem retornar. Cabe notar a existência de uma espécie de “apego” especial dos usuários a esse tipo de grupo e atividade. As atividades são realizadas em espaço destinado especificamente a esse fim, a partir da adaptação de uma das salas do Caps, em ateliê.No ateliê de arte terapia, ficam disponíveis os diversos materiais utilizados nos encontros: tintas, telas para pintura, papel, pincéis, revistas. Os trabalhos realizados pelos participantes em cada sessão ficam expostos para secagem.

Ao término dos trabalhos, são levantadas questões sobre o que sentiram durante o processo de criação, bem como as emoções vivenciadas. Estão aí implícitos dois dos objetivos da arte terapia: proporcionar o aumento da consciência e o autoconhecimento.

A  arte no contexto da saúde mentalO trabalho desenvolvido junto aos usuários do Caps II Colmeia se apresenta como uma das ferramentas importantes que vêm colaborando para amenizar os efeitos negativos da doença mental. É central a promoção do bem-estar da pessoa com sofrimento psíquico, uma vez que a arte terapia propicia mudanças nos campos afetivo, interpessoal e relacional, melhorando o equilíbrio emocional ao término de cada sessão. Observa-se que a arte terapia tem possibilitado aos usuários a vivência de suas dificuldades, conflitos, medos e angústias de um modo menos sofrido. Configura-se como um eficaz meio para canalizar, de maneira positiva, as variáveis do adoecimento mental em si, assim como os conflitos pessoais e com familiares. É perceptível a minimização dos fatores negativos de ordem afetiva e emocional que naturalmente surgem com a doença, tais como: angústia, estresse, medo, agressividade, isolamento social, apatia, entre outros.

Tendo em vista minhas experiências com a utilização de recursos artísticos como dispositivo terapêutico na saúde mental no Caps, percebo empiricamente que a arte terapia, em qualquer das linguagens artísticas aplicadas, tem se configurado importante instrumento para ajudar grupos de pessoas com transtornos mentais, trazendo consigo visíveis resultados em espaço de tempo relativamente curto.


  Lenir Witzke

Artista Plástica

  Membro da Academia Nacional de Artes Plásticas


Veja nossos canais de contato

Fale com a prefeitura


  • Rua Benjamin Constant, 429 - Centro
  • Contato (55) 3331-8200
  • Horário de atendimento: De segunda à sexta das 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h.