Construção de uma cultura de paz foi tema de abertura dos 16 Dias de Ativismo

Movimento de Combate à Violência Contra a Mulher se inicia em Ijuí com encontro de trabalho, visando à articulação entre a Rede de Proteção e as instituições religiosas


Construção de uma cultura de paz foi tema de abertura dos 16 Dias de Ativismo


Está acontecendo agora à tarde o evento de abertura da programação dos 16 Dias de Ativismos pelo Fim da Violência contra a Mulher. A construção de uma cultura de paz é a proposta do encontro de trabalho com lugar no auditório do Fórum de Ijuí, envolvendo a Rede de Proteção à Mulher e as instituições religiosas do município. Capitaneada pela Coordenadoria Municipal da Mulher, a programação conta com a parceria do Poder Executivo, por meio o conjunto de secretarias e coordenadorias afetas à temática.  O prefeito Valdir Heck e a primeira-dama Jussara Heck lá estiveram para, também, levar apoio ao evento.

Construção de uma cultura de paz foi tema de abertura dos 16 Dias de Ativismo

O auditório ficou lotado para acompanhar as abordagens feitas pela professora do Curso de Direito da Unijuí, doutora Joice Nielsson, da promotora Fernanda Broll Carvalho e da juíza da Vara da Infância e Juventude, Maria Luiza Pollo Gaspary. Também houve os painéis: Conhecendo o Creas, com a coordenadora técnica Maria da Graça Nunes e Conhecendo a Coordenadoria da Mulher, com a titular Noemi Huth.

Em que pese o já consagrado reconhecimento do trabalho realizado em Ijuí, fortalecido por diferentes conquistas alcançadas ao longo dos anos, no que diz respeito à garantia de direitos das mulheres, das abordagens feitas durante a tarde, extrai-se a importância do envolvimento de toda a sociedade, com vistas à construção de um novo cenário, de um cenário de paz. “A ideia foi chamar as instituições religiosas para esse debate e, principalmente, para nos ajudar, enquanto rede na construção de uma cultura de paz, pois a família é importante em todo esse processo. Precisamos de uma reeducação das famílias sobre o valor das mulheres, ou seja, meninos e meninas têm os mesmos direitos”, pontua a coordenadora da Mulher, Noemi Huth

Veja nossos canais de contato

Fale com a prefeitura


  • Rua Benjamin Constant, 429 - Centro
  • Contato (55) 3331-8200
  • Horário de atendimento: De segunda à sexta das 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h.