Pequenos recipientes “esquecidos” nos pátios são o principal desafio no combate a dengue

Número de casos vem aumentando mês a mês, mas muitas pessoas continuam descuidando dos pátios de suas residências


Pequenos recipientes “esquecidos” nos pátios são o principal desafio no combate a dengue

A Vigilância Ambiental pretende desenvolver uma ação mais intensiva nos bairros onde está sendo encontrado o maior número de focos do mosquito da dengue. “Nos mantemos permanente trabalho de vigilância. Mas como não estamos tendo respaldo de muitas pessoas, vamos atuar mais intensivamente. Essa estratégia, contudo, não será suficiente se o cidadão não se conscientizar que precisa fazer sua parte”, afirma o coordenador Rinaldo Pezzetta, ao avaliar a confirmação de novos casos da doença: 54 casos desde o início do ano, sendo 50 autóctone e 4 importados.

De acordo com os dados divulgados pela Vigilância Ambiental, os últimos 19 casos confirmados, tiveram suas notificações encaminhadas para análise em maio, ainda na primeira quinzena. Hoje ele está com toda a equipe trabalhando no Herval fazendo a eliminação de focos e criadouros; amanhã, a intenção é desenvolver este mesmo trabalho no bairro Alvorada; e na sexta-feira, se as condições do tempo forem favoráveis, no Tancredo Neves. “Mas a maior efetividade desse trabalho resulta da colaboração do cidadão”, assegura Pezzetta.

Pequenos recipientes “esquecidos” nos pátios são o principal desafio no combate a dengue

Na avaliação do coordenador, a comunidade ijuiense precisa se sensibilizar para o problema e contribuir com o Poder Público, fazendo sua parte, do contrário, corre-se o risco do município ter problemas ainda mais sérios no próximo ano. “A nossa principal dificuldade hoje está sendo com os pátios das residências, com o que denominamos de pequeno lixo, ou seja, o recipiente de menor porte que parece não oferecer risco, mas também é potencial criadouro do mosquito aedes aegypti”, pontua Pezzetta. 


Veja nossos canais de contato

Fale com a prefeitura


  • Rua Benjamin Constant, 429 - Centro
  • Contato (55) 3331-8200
  • Horário de atendimento: De segunda à sexta das 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h.