Prefeitura de Ijuí tem cerca de R$ 7 milhões em Dívida Ativa


A Prefeitura de Ijui tem hoje cerca de R$ 7 milhões em Dívida Ativa. Ou seja, valores não pagos por contribuintes referentes a IPTU, ISS e outros tributos. Esse montante está sendo cobrado pelo Executivo Municipal por meio de execução judicial na tentativa de ter receita para continuar fazendo investimentos demandados pela comunidade. “Estamos passando por dificuldades financeiras devido ao momento econômico pelo qual o Brasil e o Rio Grande do Sul estão vivenciando. Essa é a realidade da maior parte dos municípios brasileiros: reduzir as despesas para fechar o ano e o mandato sem ficar devendo”, explica o prefeito Fioravante Ballin.

Prefeitura de Ijuí tem cerca de R$ 7 milhões em Dívida Ativa

Em Ijuí, várias medidas já foram adotadas pela Prefeitura com esse objetivo. Reduzir as despesas, fazer somente o necessário, para evitar o fechamento contábil do ano no vermelho. “Fizemos um decreto de contingenciamento de R$ 6 milhões. Revemos os projetos e programas e fizemos vários cortes. Agora, precisamos que a comunidade faça a sua parte, pagando seus impostos, para que consigamos fazer os investimentos mínimos previstos necessários em benefício da população em áreas como saúde, educação e obras”, frisa Ballin.

Tomando como exemplo o IPTU 2015, dos 37 mil contribuintes, 20 mil efetuaram o pagamento do imposto em cota única e outros 8,2 mil optaram pelo parcelamento. Os demais, já entraram para a listagem dos devedores e agora estão em Dívida Ativa. Para evitar a  execução judicial aqueles que têm valores em aberto devem procurar a Prefeitura de Ijuí e solicitar o parcelamento de sua dívida. A negociação pode ser feita com entrada de 10% e o saldo em até 47 vezes, com parcela mínima de R$ 45.

Veja nossos canais de contato

Fale com a prefeitura


  • Rua Benjamin Constant, 429 - Centro
  • Contato (55) 3331-8200
  • Horário de atendimento: De segunda à sexta das 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h.